Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre Fraldas e Livros

Mãe de dois, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

Entre Fraldas e Livros

Mãe de dois, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

21 Abr, 2016

Updates do IMT

Pois bem, após ter batido o pé e me ter recusado terminantemente a ir ao IMT, enviei um mail fofinho que transcrevo:

"Exmos srs

 
Efectuei o pedido de alterações na minha carta de condução no dia 09/05/2014 no espaço multiusos do Louresshopping, para alteração do nome e morada. Na referida data todo o processo foi concluído com êxito e fiquei a aguardar a chegada do documento a casa.
Já passaram quase dois anos e nada de carta de condução. No local onde fiz dizem que eu deveria ter recebido uma carta (que não recebi) para me dirigir ao IMT a fim de recolha de dados biométricos, dados esses que foram recolhidos na altura.
Caso eu não tivesse telefonado para o local para saber o estado da carta de condução que paguei, estaria na eterna ignorância.
É de lamentar que: 
-a suposta carta que eu (não) recebi não tenha sido enviada por correio registado
-vossas exmas achem que todos os portugueses podem dispender de um dia no seu local de trabalho (se for só um) para se deslocarem ao IMT a fim de tirar uma fotografia 
-com tanta tecnologia, é ainda mais de lamentar que não tenham esses serviços online.
 
Peço, encarecidamente, autorização para que possa fazer esta recolha no local onde inicialmente comecei o processo."
 
Obtive resposta passadas umas horas. Pediram-me o meu contacto e ligaram-me. Pediram-me imensas desculpas pelo sucessido e explicaram-me que eu deveria ter recebico uma carta em maio/15 (um ano após o meu pedido da carta) a solicitar a minha presença no IMT. A senhora, super prestável (haja alguém) disponibilizou-se a ficar à minha espera fora de horas, a marcar uma hora... Pois, mas eu não tenho hora de saída do trabalho. Posso sair às 15h, posso não trabalhar sequer ou posso sair às 21h.
No dia seguinte ligou-me novamente para me dizer que a carta já estava a ser feita e chegaria a mim via CTT.
Ontem recebia. E não é que estava com a foto que tirei e a minha pseudo-assinatura (sim, naquela merda nunca fica bem)? 
Fiquei sem perceber onde estava o erro e porque raio estive 2 anos com uma folha A4.
Por isso, eu sou mesmo teimosa quando sei que tenho razão. Não tenho tempo (acredito que a maioria de vocês também não) para ir para o IMT um dia inteiro para fazer coisas que se deveriam poder fazer online.
Se se prezam tanto por dinamizar os serviços e por inovar, inovem aí.
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.