Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Entre Fraldas e Livros

Uma mãe recente, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

Entre Fraldas e Livros

Uma mãe recente, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

10
Jan19

de volta ao trabalho!

entrefraldaselivros

Quase 6 meses depois, voltamos à realidade. Levantar ainda de noite, deixar a miuda na escola, o bebé fica com o pai e eu vou trabalhar.

Não vou negar que me sabe muito bem voltar a esta realidade de lidar com pessoas todos os dias, e não estar em casa a sentir que estou a perder tempo util (que na prática não é), sabendo que o pai está a tomar consciência da minha realidade durante 4 meses.

Sabe bem voltar a contactar com adultos que não são família directa e sentir-me util.

Por isso, bora à luta!

03
Jan19

Ano novo, vida nova?

entrefraldaselivros

Antes de mais nada, bom ano novo. Espero que se tenham divertido, com a devida moderação e responsabilidade que consideraram necessárias, entrando com os dois pés no novo ano.

Por aqui foi uma entrada calma, com os miúdos acordados e a bater panelas e bastante divertidos.

Agora vamos ao que importa. Resoluções para o novo ano. Aposto que quando comeram as passas pensaram em saúde, dinheiro, ferias paradisíacas, sexo, mais dinheiro, ser fit... o normal, para a altura.

O ano que acabou foi um ano que foi importante para mim. Foi o ano que decidi ter o 2º filho, que decidi submeter o meu corpo a mais uma mudança, sabendo o que isso ia implicar. O nosso Miguel nasceu, é lindo e saudável, ja está super brincalhão, e agora falta a mãe recuperar a forma física para que tudo fique bem e a 100%. 

Pode parecer uma frase idiota mas é a realidade. Estou um bocado longe da minha meta e esse é, sem duvida, um dos meus objectivos para os primeiros meses do ano. No entanto, não trocaria POR NADA, a decisão de ter engravidado. Acho que já disse aqui, não gosto de estar grávida, não acho que seja um estado de graça, não tem piada nenhuma, ficamos reduzidas numa quantidade de coisas durante uma quantidade de meses mas no fim, a verdade, é que de facto, compensa. Compensam as alterações hormonais, as mudanças de humor, o aumento de peso, a tristeza constante ou a alegria, a privação de tantas coisas...

Além de que sou da opinião que a maternidade nos traz uma espécie de imunidade no que podemos ou não dizer a terceiras pessoas. Ganhamos um “estatuto” porque já somos mães e somos responsáveis por uma vida, fazendo com que olhem para nós com outro olhar.

Deixei de me importar e perder tempo com quem não merece. Deixei de pensar em porquês. Deixei para trás assuntos que dificilmente o faria porque faz parte da minha natureza, esmiuçar a coisa.

Que venha 2019, cheio de força, que estamos aqui para o receber!

 

25
Jan18

Não estou psicológicamente preparada - o tempo vai a correr

entrefraldaselivros

636d403c-b347-47e8-834e-a5eb7f4a503d.jpg

Recebo ontem esta mensagem da minha sogra.

Podem perceber pelas minhas respostas como eu estou preparada para que isto aconteça. Fiz a criança prometer que não deixa (como se fosse possível) o dente cair sem, eu estar ao pé dela. Estou mais lamechas que ela.

Alguém me segure. Ela está à vontade. Eu estou em pânico autêntico e não sei explicar porquê porque é uma coisa mais do que normal.

25
Nov17

5 anos de Matilde

entrefraldaselivros

Às 16horas de hoje fez 5 anos que nos tornámos mais ricos. Que deixámos de ser só um casal e passámos a uma família que precisa de ser (mais) responsável. Que passou a ter de tomar decisões sobre se o restaurante onde vai é Kids friendly, se há com que entreter a criança, se os planos do fim de semana englobam sestas ou não, se as viagens de carro são muito compridas, que as férias não são destinos radicais mas sim destinos onde as crianças estejam seguras e se divirtam. Há 5 anos aprendemos de vez que o número que a roupa diz NUNCA é respeitante à idade da criança. Que todos os dias aprendemos muito, principalmente com as crianças. Aprendemos a ser humildes, a ser sinceros, a saber contornar birras, a saber ceder, a saber o que é ter o coração dividido em dois fora do corpo numa miniatura de nós próprios misturado com quem amamos.

Há 5 anos foi o melhor dia das nossas vidas. Tivemos uma filha, demos a primeira neta, primeira sobrinha, primeira afilhada... Nada mimada, portanto... 

Há 5 anos fui mãe. Sou suspeita, claro, mas é a criança mais inteligente, meiga, amiga que pode haver. Também é lixada, com personalidade vincada e gozona como o pai. Mas sem sombra de dúvida que é uma criança feliz.

E eu sou uma mãe babada, galinha, feliz mas cansada 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

O que estou a vender no OLX

Skin