Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Entre Fraldas e Livros

Uma mãe recente, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

Entre Fraldas e Livros

Uma mãe recente, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

30
Jun16

Hóspede em casa? - capazes.pt

entrefraldaselivros

Li este artigo no capazes.pt e há muito tempo que não lia nada tão acertado. Achei por bem partilhar convosco (esperando que mais uma vez não me venha nenhuma ameça por mail sobre os direitos de autor)

 

 

O homem é um hóspede na sua própria casa?

 

O tema da divisão das tarefas domésticas é sempre um tema apetecível, num país onde a divisão entre casais é tão desequilibrada. As mulheres portuguesas dedicam mais do dobro do tempo do que os homens a tarefas domésticas e cuidado a familiares. A sobrecarga feminina é tão mais grave quanto maior é a participação destas no mercado de trabalho.

A propósito deste assunto, um amigo partilhou um diálogo que também eu senti necessidade de partilhar convosco. Trata-se da conversa entre dois homens sobre tarecos e esfregonas.

Um amigo vem a minha casa tomar café, sentamo-nos e conversamos, falando sobre a vida… “Vou num instante lavar os pratos que ficaram no lava-loiças”, digo-lhe. 

Ele olha para mim como se lhe tivesse dito que vou construir uma nave espacial. Diz-me com admiração, mas um pouco perplexo: “Ainda bem que ajudas a tua mulher, quando eu o faço a minha mulher não elogia. Ainda na semana passada lavei o chão e nem um obrigada.”

Voltei a sentar-me com ele e expliquei-lhe que eu não ajudo a minha mulher.

Como regra, a minha mulher não necessita de ajuda, tem necessidade de um sócio. Eu sou um sócio em casa e por via desta sociedade as tarefas são divididas mas não se trata certamente de um apoio à casa. Eu não ajudo a minha mulher a limpar a casa porque eu também vivo aqui e é necessário que eu também limpe. Eu não ajudo a minha mulher a cozinhar porque eu também quero comer e é necessário que eu também cozinhe. Eu não ajudo a minha mulher a lavar os pratos depois da refeição porque eu também usei esses pratos. Eu não ajudo a minha mulher com os filhos porque também são meus filhos e a minha função é ser pai. Eu não ajudo a minha mulher a estender ou a dobrar a roupa, porque também é roupa minha e dos meus filhos. Eu não sou uma ajuda em casa, sou parte da casa. E no que diz respeito a elogiar, perguntei-lhe quando é que foi a última vez que, depois de ela acabar de limpar a casa, tratar da roupa, mudar os lençóis da cama, dar banho aos filhos, cozinhar, organizar, etc., lhe disseste obrigado? Mas um obrigado do tipo: wow!!! Mulher minha! És fantástica!!! Parece-te absurdo? Parece-te estranho? Quando tu, uma vez na vida, limpaste o chão, esperavas no mínimo um prémio de excelência com muita glória e relações públicas… Porquê? Nunca pensaste nisso, amigo? Talvez porque para ti é um dado adquirido que tudo seja tarefa dela? Talvez te tenhas habituado a que tudo isto seja feito sem que tu tenhas de mexer um dedo? Então elogia como tu querias ser elogiado, da mesma forma, com a mesma intensidade. Dá uma mão, comporta-te como um verdadeiro companheiro, não como um hóspede que só vem comer, dormir, tomar banho… Sente-te em casa. Na tua casa. 

Texto traduzido por João Azevedo  in, capazes.pt

 

Epá, mesmo na mouche! Vou só ali saudar quem escreveu isto.

28
Abr16

Dia da mãe - sugestões

entrefraldaselivros

Sendo mãe e ainda tendo duas mães por perto, cabe-me a "função" de vos dar ideias para presentear as vossas mães ou mães dos vossos filhos.

 Para ser mais fácil vamos dividir a coisa por cat€gorias.

Abaixo dos 100€ 

- Flores! Nunca falha, é sempre boa ideia mas tenham em atenção para que o arranjo seja lindo!

 

- Uma peça de joalharia. Na Omnia podem personalizar um colar, por exemplo. Eu tenho um que a minha família me ofereceu há 3 anos, no meu 1º dia da mãe.

 

- Uma escapadinha. Têm sítios lindos por Portugal e como ainda não é época alta, os preços ainda não dispararam.

 

- Um vale (se bem que aqui torço o nariz porque acho pouco pessoal) para a loja preferida da mãe em questão.

 

- um dia ao spa

 

- um perfume é sempre uma boa opção, há para todas as carteiras e há promoções a decorrer em várias lojas

Entre 100€ e 200€

- Ou uma mala (sou suspeita mas a Michael Kors tem malas fantásticas. são caras mas valem a pena).

 

- Uma viagem. Nesta altura há imensas promoções e sítios lindos para se visitar.

 

- Um relógio. (Aqui mais uma vez depende das carteiras)

Acima de 200€

Nesta categoria só vi dois items iteressantes e um deles já pus em cima. Qualquer uma das malas MK, melhor, praticamente qualquer uma, vale a pena. São de uma pele brutal, super resistentes e o forro é impermiável!

 

- Quem já visitou uma loja Sephora já deve ter, com certeza, ouvido falar da Clarisonic. Saiu um novo modelo a Clarisonic Smart. Limpa 11X mais, detecta diferentes partes do rosto, dá para mais partes do corpo, incluindo pés, ajuda no tratamento da celulite, derrames.. Só não tira cafés e ajuda na limpeza da casa, o que devia pelo preço. 

 

ATENÇÃO: NADA DO QUE É ESCRITO NESTE BLOG É DE ALGUMA FORMA PATROCINADO POR ALGUMA MARCA OU APOIADO. TODAS AS OPINIÕES AQUI DESCRITAS SÃO BASEADAS EM ARTIGOS QUE VI OU ADQUIRI.

08
Mar16

Feliz dia, mulheres!

entrefraldaselivros

Não é hoje. O dia da mulher é celebrado todos os dias. A mulher tem o dom de ser um canivete suíço. De conseguir manejar 35689752 coisas ao mesmo tempo e ainda de beber um café ao mesmo tempo.

A mulher é compreensiva q.b., mas também consegue ser o furacão do qual é melhor fugir.

A mulher é igualmente boa quanto o homem, as capacidades são igualmentes boas, sejam argumentativas, de força, de paciência. Não deveria, a esta altura do campeonato, haver a desigualdade que ainda há. Porque é que o mecânico é homem e a cabeleira é mulher e não o inverso? São estériotipos.

Longe vão os tempos em que o lugar da mulher é só na cozinha.

E a eterna questão de que a mulher tem de ser magra, com grandes peitos. A mulher deve ser como se sentir bem. Seja alta, baixa, magra, gorda, com estrias ou sem, ruiva, loira ou morena, jamais deve mudar por terceiros! Uma mulher confiante espalha beleza por onde passa, já uma mulher com baixa auto-estima...

O lugar da mulher é onde ela idealizar, onde ela se sentir bem e até onde ela quiser ir.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

O que estou a vender no OLX

Skin