Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Entre Fraldas e Livros

Mãe de dois, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

Entre Fraldas e Livros

Mãe de dois, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

Quando andei no secundário, ao que parece ter sido uma vida inteira atrás, conheci uma pessoa que mudou a minha vida.  Era mais velho que eu, e o grupo de amigos dele, que à primeira vista não se iriam identificar nada comigo, passaram a ser OS meus amigos durante muito tempo e em muitas aventuras. Mas foi ele que sempre esteve lá. Sabia, mesmo sem falar comigo, quando alguma coisa se passava, boa ou má. Sabia quando eu precisava de um abraço ou de ir desanuviar, ou só conversar (...)
10 Set, 2017

Família

Uma parte da família, uma parte muito importante, nós conseguimos escolher. São os amigos. Aqueles que não nos julgam. Que nos apoiam e que apoiamos no matter what; a quem puxamos as orelhas quando é preciso e quem nos puxa quando merecemos. Às vezes até nos fazem mais falta do que quem é do nosso sangue. Se têm amigos assim, guardem-nos com unhas e dentes. Eles não vêm assim tantas vezes e quando vêm o melhor é preservar.
02 Mai, 2017

Mudanças

Cada vez mais vejo que, a idade traz maturidade e sabedoia mas, infelizmente, não é a toda a gente. Os abençoados que conseguem essa grande aquisição e que têm o prazer de a partilhar com quem está mais próximo são de facto os mais afortunados. Considerei-me, durante vários anos, uma afortunada, por ter amigos/as que teria a certeza fazerem o mesmo que eu fazia por eles. TUDO. O tempo mostrou-me que não. Felizmente, para mim, a tempo vi que não é de todo assim. As vidas tomam (...)
Todos sabemos que, volta e meia, há pessoas que se cruzam no nosso caminho, com quem criamos empatia e laços de amizade fortes, nos sítios mais improváveis e mais esquisitos. Há pessoas que parecem o nosso reflexo, chapado. É o caso da C. Conheci-a num dos sítios menos prováveis, numa das minhas variadíssimas visitas à minha loja preferida. A C era e é a minha cara chapada. Tanto em feitio, como em humor, como em tudo. Consegue ser tão irónica como eu e ao mesmo tempo séria.  Revej (...)
06 Jul, 2015

Anjinhos da Guarda

Há alguns de nós que têm anjinhos da guarda e que não tiram férias... Foi o caso neste fim de semana do anjinho da guarda de uma pessoa de quem gosto. Se o anjinho dela tivesse ido dormir ou estivesse distraído, não sei não. Há coisas que fazemos que só mais tarde nos apercebemos da tamanha estupidez. Foi o caso. Felizmente, não houve um mal maior (porque o anjinho estava atento). Mas, fica o meu conselho, os anjinhos também descansam.... 
29 Jun, 2015

4 anos

Tenho a certeza que se hoje estivesses aqui estarias orgulhoso de ver as mudanças que fiz. De certeza que me farias aquelas esfregas na cabeça, como era normal. Que me chamarias de miúda e me convidavas para ir beber "umas" como era normal ao que eu te diria "não posso porque agora tenho responsabilidades". Tenho a certeza que, desde que falámos da última vez e tantas coisas mudaram, ias ficar com um sorriso nos lábios por veres que não vacilei, não voltei atrás. Mudei. Tomei (...)
09 Jun, 2015

VIVA!

E vivam os feriados! E vivam as épocas festivas, e os convívios com familiares e amigos, as esplanadas, os cafés, as gargalhadas, os abraços, os sorrisos e os risos, os convites em cima do joelho e os planos que não são planos. Sou a favor do inesperado, do telefonema fora de horas e dos convívios que juntam amigos e que não é preciso estar a conciliar agendas muito tempo para se chegar a um acordo. As escapadinhas, os grupos no whatsapp, os emoji que não dizem nada de jeito. Nã (...)
Vocês já viram este anúncio da (melhor) cerveja Super Bock? Confesso que só ontem é que ouvi/vi e tive a reacção do "epá, esta merda é mesmo verdade..." Temos sempre uma desculpa para adiar encontros, seja o dinheiro, o tempo, cansaço, ou estamos de mau humor, chateados, ou porque não dá jeito, amanhã é melhor - há sempre qualquer coisa.  A super bock pegou nisso e pôs para o português ver e ouvir no conforto do seu sofá e perceber o que anda a perder. Não (...)
31 Mar, 2015

É a vida

Quando notamos que as circunstâncias mudam tudo à nossa volta, que o que tínhamos já nem faz sentido (e se calhar ainda bem), que "perdemos" tempo com tantas coisas que hoje são insignificantes. Ficamos com toda uma nova perspectiva quando construímos uma família e a ela juntamos membros e responsabilidade que não tínhamos. Já não é só: "onde vou jantar hoje?" "o que vou vestir amanhã?" "o que é que vou fazer no fim de semana?" Hoje em dia é mais: "não me posso esquecer de (...)