Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entre Fraldas e Livros

Mãe de dois, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

Entre Fraldas e Livros

Mãe de dois, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

06 Jul, 2015

Os limites

A madame M. anda numa de testar os limites. E como, perguntam vocês? Pois bem, se eu disser "não faças isso porque te podes magoar", é o mesmo que dizer "vai já a correr fazer isso porque é fixe" - porque é exactamente isso que ela vai fazer; o mesmo se aplica ao "não desarrumes os 257456467 brinquedos, brinca com um de cada vez"... Pois, doesn´t work.

A excelência está de férias até setembro e prevejo toda uma temporada de ainda mais teimosia.

Li agora um post no Sweet Caos sobre a disciplina positiva e acreditem, eu tento! Eu juro que tento!!! Mas 60% das vezes apetece-me...Nem sei, porque ela é igual a mim, o que é pior. Os meus pais só se riem porque, claro, dizem que eu era assim e que lhes fazia a vida negra e por isso não é de estranhar que a minha filha também o seja... Obrigadinha Universo!

Quem tem mais paciência para a disciplina positiva são as tias da M. que desviam a atenção dela para outras coisas, quando a mim me apetece pegar nela por um pé quando ela se manda para o chão só porque sim, porque não quer sair de casa (ou porque quer...) quando não quer ir dormir (ou quando quer). 

O pior (ou melhor) é que o número de vezes que ela é bem comportada também é grande, por isso nem sequer me posso queixar porque somos uns pais sortudos.