Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entre Fraldas e Livros

Mãe de dois, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

Entre Fraldas e Livros

Mãe de dois, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

02 Mai, 2017

Mudanças

Cada vez mais vejo que, a idade traz maturidade e sabedoia mas, infelizmente, não é a toda a gente. Os abençoados que conseguem essa grande aquisição e que têm o prazer de a partilhar com quem está mais próximo são de facto os mais afortunados.

Considerei-me, durante vários anos, uma afortunada, por ter amigos/as que teria a certeza fazerem o mesmo que eu fazia por eles. TUDO. O tempo mostrou-me que não. Felizmente, para mim, a tempo vi que não é de todo assim. As vidas tomam os seus rumos e as pessoas percebem que não têm nada em comum e damos por nós a pensar como é que víamos uma amizade assim tão inabalável.

Por isso, e vejo por mim e pelas voltas que tenho tido e pelas grandes surpresas que me têm acontecido, não tomem nada como garantido. A uníca garantia é a nossa família e pouco mais. Felizmente esses estão "obrigados" a aturar-nos. Olhem para trás e vejam quem é que esteve sempre lá, quem é que não virou costas, quem abriu os olhos.

Não vale só pelas palmadinhas nas costas nem pelas palavrinhas de incentivo.