Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entre Fraldas e Livros

Mãe de dois, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

Entre Fraldas e Livros

Mãe de dois, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

Ora bem, se o Natal é quando o homem quiser, o dia da mãe também é por aí, não?

A questão é que o dia da mãe é MESMO todos os dias, i.e., a mãe está presente todos os dias na vida dos filhos porque a mãe faz comidas, trata das roupas, dos filhos, do pai, dela própria, da casa e por aí fora.

Assim sendo no dia da mãe, a mãe ainda tem a sua própria mãe e a mãe do marido, o que perfaz 3 mães num dia. 

Isto para dizer que ontem o dia foi passado entre as mães cá da família: a minha, a do marido e eu.

Como só isso não chega, o colégio da M. preparou um dia em cheio para as mães hoje e eu não faltei. Fizemos desde uma aula de Zumba (que eu nunca tinha experimentado e sinceramente pensei que fosse bem pior se não fosse o calor intenso que se fazia às 11 da manhã), a um piquenique feito no parque infantil perto do colégio, a um workshop de doçaria. Saí de lá cansada. Principalmente porque, como eu lá estava a M. fez questão de não estar sossegada 20 segundos e estar sempre a requerer a minha atenção. 

Aliás, só parou agora, quando depois do banho, caiu na cama e aterrou automáticamente.

Depois disto, preciso de uma ida a um spa com direito a 3 horas de massagens intensas... Alguém se voluntaria?