Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entre Fraldas e Livros

Uma mãe recente, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

Entre Fraldas e Livros

Uma mãe recente, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

05
Fev14

Adulthood in all it's glory

entrefraldaselivros

Bom, antes de escrever este post ainda refleti um bocado porque já sei que vai ferir algumas susceptibilidades e algumas pessoas vão-se achar alvos e vão achar que estou a mandar setas quando, na realidade não é nada disso mas, dado que o blog é meu e a internet é livre, posso escrever o que quiser aqui, porque aqui mando eu.

 

Crescer e ficar adulto tem muito que se lhe diga, como a maioria sabe. Acarta responsabilidades, normalmente também traz falta de tempo e dinheiro mas traz ainda mais felicidade quando partilhada com alguém.

A minha é partilhada com o meu marido e com a minha M. e ainda com a minha família directa.

No entanto, quando crescemos também passamos a ver as coisas de outra perspectiva, com outros olhos, com um olhar mais maduro e sabemos distinguir o que é importante e o que é acessório. É o caso. 

O problema prende-se quando quem nos rodeia não sabe acompanhar esse crescimento ou prefere não ver esse mesmo crescimento de maturidade e as nossas escolhas.

Não sou uma pessoa, por norma, muito tolerante mas considero que a maternidade me tenha trazido, em parte, a calma que me faltou durante a adolescência. Sou algo brincalhona mas muito gozona, dentro dos limites do razoável. 

No entanto (penso eu) sou a pessoa mais "amiga" que se pode encontrar por aí. Sou capaz de correr seca e meca para ajudar algum amigo e não consigo conceber que um amigo meu não perceba isto.

Isto para dizer que, ultimamente, tenho-me deparado com algumas irracionalidades na sociedade em que nos movemos actualmente. 

Ninguém está satisfeito com o que tem e pensa que tem sempre direito a mais, que todos lhe devem e ninguém paga, que o mundo está todo virado do avesso e que estão sempre cheias de razão. Hoje em dia as pessoas acham que são detentoras da verdade absoluta, que só têm direitos e nada de deveres. Eu acho que anda tudo frustrado e que não vêm que toda a gente à sua volta tem problemas, nem tudo é um mar de rosas e nem toda a gente ainda tem 5 anos e ainda na escola onde a maior preocupação é não fazer xixi nas cuecas durante o tempo que está na escola e pedir para ir ao WC. 

Há pessoas com questões reais, importantes, e com isto não digo que sejam as maiores do mundo, claro, mas não deixam de ser importantes (para nós os nossos problemas são sempre os mais importantes, não é?)

Acho que toda a gente devia, ao fim do dia, tirar uma meia hora (sei que é difícil, pelo menos para mim é) para reflectir e desanuviar as ideias (quiçá até ir beber uma imperial e comer uns tremoços) para evitar desastres maiores. Se todas as pessoas andarem na rua com a cabeça quente as urgências dos hospitais vão começar a encher e vão ser só hematomas e pernas partidas e não queremos nada disso até porque uma ida às urgências está pela hora da morte.

Parece-me uma excelente política...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

O que estou a vender no OLX

Skin