Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entre Fraldas e Livros

Uma mãe recente, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

Entre Fraldas e Livros

Uma mãe recente, licenciada em alguma coisa (pouco) relevante que sentiu a necessidade de expressar preocupações que lhe importam e as aventuras que acontecem por aqui.

01
Jun16

01/06

entrefraldaselivros

Desde pequena que desejava fortemente que viesse o dia da criança. Sabia que neste dia os meus pais iam ter mais tempo connosco, ia receber (mais) uma prenda, íamos passear e na escola íamos fazer actividades.

Auto-considerei-me criança até bastante tarde e acho que ainde hoje não me vejo com a idade que tenho. Adoro passar tempo com crianças, principalmente com a minha, brincar, andar a jogar às escondidas e apanhada, brincar com legos, barbies, nenucos, ao faz de conta, tudo.

A minha filha ontem vinha radiante porque hoje é o dia dela. O dia das crianças. Assim que acordou hoje (e nem foi preciso eu ir acordá-la como costume), disse-me que dia era. Expliquei-lhe que o dia da criança são todos os dias, porque ela brinca connosco todos os dias, é feliz todos os dias e não é preciso um dia no ano para assinalar o dia específico.

Com o que vejo acontecer à minha volta, cada vez mais tenho a certeza que a nossa Matilde foi um "jackpot" como me disse um amigo no outro dia. O melhor jackpot da minha vida e aquele que mais me fez crescer. Dá muito trabalho, sim, tem uma personalidade tramada, tem. Mas tem a quem sair e se não fosse assim não tinha tanta piada. Todos os dias me ensina coisas novas, me leva de volta à infância quando me diz "mãe podes-me fazer compania?" e me derrete o coração. Ou simplesmente quando a vou adormecer e ela se chega para ao pé de mim, ela me faz festinhas na cara e diz "adoro-te mamã". Desarma-me ali, naquele instante.

Não é preciso um dia para comemorar o dia da criança, nem da mãe nem do pai. São todos os dias. Se todos os pais tirarem 30 minutos do dia, nem que seja depois do jantar para brincar um bocadinho com os filhos ou só para saber como correu o dia na escola, não imaginam o impacto que isso vai ter no futuro do vosso filho. Não é com prendas para compensar a ausência ou a falta de tempo. São só 30 minutos diários....

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

O que estou a vender no OLX

Skin